Um projeto que nasceu há dez anos e que já foi apresentado em 400 escolas particulares de São Paulo. Esse é o Música em Família, criado pelo cantora Paula Santisteban, 36 anos e pelo músico Eduardo Bologna, 40 anos. A iniciativa leva musicais educativos às escolas, que ao final do projeto promovem um evento para que todos cantem juntos as canções aprendidas e façam atividades com suas famílias.

Todas as propostas deles têm como finalidade o fortalecimento da relação humana por meio da música, das artes, da linguagem e da brincadeira, respeitando as escolhas individuais de cada família e a linha pedagógica de cada escola. Música em Família, a primeira e única produtora artística dedicada ao público escolar.

Imagem

O projeto possui dois livros de canções: o Receita de Felicidade, com músicas no estilo do jazz francês, que falam do universo da criança ao redor das refeições, e o Um Para o Outro, com diversas brincadeiras interativas. Ambos já tiveram juntos mais de 60 mil cópias vendidas e acompanham um manual do professor, para auxiliar às atividades em classe.

Um fato curioso é que o projeto já recebeu diversas propostas de editoras, mas preferiu se manter-se independente. Neste ano, porém, resolveram investir em algo inusitado: um programa de TV. Com nome previsto de Musicália, a atração ainda não possui canal definido, mas já tem um formato pronto, em que prezará conteúdo de qualidade misturado com diversão e interação familiar.

A produtora Maria Farinha Filmes é quem estará encarregada da realização do programa. Isso diz muito sobre a linha de ideias pregadas pelo projeto Música em Família, pois a produtora possui um foco em produzir obras audiovisuais  por meio de uma dinâmica de trabalho que valoriza os cuidados socioambientais, além de priorizar o desenvolvimento de conteúdos que expõem questões urgentes que necessitam de atenção, para serem vistas, debatidas e divulgadas pela sociedade.

(Larissa Zaidan)

Anúncios