Busca

culturalivresp

Blog dos alunos de jornalismo da PUC-SP

Categoria

Cinema

Indie Festival 2016 chega em SP

Por Larissa Vaz

O cinema independente dominou as telas do CineSesc no dia 15 de setembro com o Indie Festival 2016. Criado em Belo Horizonte e expandido para a capital paulista há 10 anos, o evento se propõe a revelar ao público um cinema pouco conhecido e bastante variado, produzido no Brasil e no mundo.

Nesta edição, serão exibidos 13 filmes na Mostra Mundial, quatro longas clássicos (“Hiroshima Meu Amor”, “Blow Up – Depois Daquele Beijo”, “Estranhos no Paraíso” e “O Homem Que Caiu na Terra”) e cinco longas e oito curtas na retrospectiva dedicada ao diretor polonês Walerian Borowczyk.

 

Programação:

Quinta-feira, 15 de setembro
14h30            – Lampedusa
17h – Teatro Do Senhor E Senhora Kabal
19h – Hiroshima Meu Amor
21h – Apesar Da Noite

Sexta-feira, 16 de setembro
14h30 – Suite Armoricaine
17h30 – A Vida Após A Vida
19h – Na Vertical
19h – Masterclass – ‘Uma Banda De Um Homem Só: Walerian Borowczyk’ (com Daniel Bird)
21h – Goto, Ilha Do Amor

Sábado, 17 de setembro
14h30 – Estranhos No Paraíso
17h – Blanche
19h – Creepy
21h30 – A Besta

 Domingo, 18 de setembro
14h30 – Lily Lane
17h – Contos Imorais
19h – O Que Está Por Vir
21h – O Homem Que Caiu Na Terra

Segunda-feira, 19 de setembro
14h30 – Short Stay
17h – A Morte De Luís Xiv
19h – O Estranho Caso De Dr. Jekyll E Senhorita Osbourne
21h – Mais Um Ano

Terça-feira, 20 de setembro
14h30 – Era Uma Vez
14h30 – Casa
14h30 – Renaissance
14h30 – O Jogo Dos Anjos
14h30 – Rosalie
14h30 – Uma Coleção Particular
17h – Happy Hour

Quarta-feira, 21 de setembro
14h30 – A Vida Após A Vida
16h30 – História Do Pecado
19h – Blow-Up
21h – Três Histórias De Amor

Serviço
Quando:
De 15 a 21 de setembro de 2016
Onde: CineSesc – Rua Augusta, 2075
Quanto: R$12 (inteira), R$6 (meia), R$3,50 (credencial plena SESC)
Mais informações: http://www.indiefestival.com.br/2016/
http://www.sescsp.org.br/
(11) 3087-0500

 

Festival Internacional de curtas-metragens já chegou em São Paulo

Por Larissa Vaz

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo chega à sua 27ª edição exibindo cerca de 400 filmes de mais de 60 países, que foram selecionados em meio a mais de 3550 inscritos, além de títulos convidados. Totalmente gratuita, a programação acontece em sete salas de cinema da capital.

Com o tema O Estado do Mundo, a edição destaca filmes que tratam de questões sociais, políticas e comportamentais que estão presentes em nosso dia-a-dia, como a censura e a liberdade de expressão, imigrações e a xenofobia, os direitos e a violência contra as mulheres, a acessibilidade e a inclusão das diferenças. A programação é dividida em mostras principais Internacional, Latino-Americana e Programas Brasileiros e nos Programas Especiais, além de Atividades Paralelas, que incluem debates, workshop e uma instalação fotográfica.

O Festival de Curtas vai além da exibição de filmes. A programação traz diversas atividades paralelas abertas ao público. Entre as atrações, está a instalação audiovisual Invasão, da jovem fotógrafa Dáurea Gomes, do Rio de Janeiro, que está em exposição desde o dia 25 de agosto e vai até 03 de setembro no MIS. Utilizando fotos e áudios, ela demonstra a posição de mulheres em meio a olhares e “cantadas” masculinas.

De Portugal, vem o diretor Pedro Serrazina, que dará o workshop de animação Cidade Sonhada São Paulo/Lisboa, entre os dias 01 e 03 de setembro, também no MIS. Com vagas limitadas e indicado para profissionais e estudantes de cinema, arquitetura e design, as aulas propõem a produção de animações que relacionam os espaços urbanos do Brasil com imagens de Lisboa.

Serviço

27º festival internacional de curtas-metragens de São Paulo

Quando: De 24 de agosto a 4 de setembro de 2016

Onde: MUSEU DA IMAGEM E DO SOM
Av. Europa, 158
Tel. (11) 2117-4777
170 Lugares (Auditório)
64 Lugares (LAB-MIS)

CINESESC
R. Augusta, 2075
Tel. (11) 3087-0500
254 Lugares

CINEMATECA BRASILEIRA
Lgo. Sen. Raul Cardoso, 207
Tel. (11) 3512-6111
215 lugares (sala BNDES)

ESPAÇO ITAÚ AUGUSTA
R. Augusta, 1.475
Tel. (11) 3288-6780
84 Lugares (sala 4)

CINUSP “PAULO EMÍLIO”
R. do Anfiteatro, 181
Favo 4, Colmeia,
Cidade Universitária
Tel. (11) 3091-3540
100 Lugares

UNIBES CULTURAL
R. Oscar Freire, 2500
Pinheiros
(11) 3065-4333
300 lugares

CIRCUITO SPCINE:

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO
R. Vergueiro, 1000, Paraíso
Tel. (11) 3397-4002
99 Lugares

CEU ARICANDUVA
Rua Olga Fadel Abarca, S/N

CEU BUTANTÃ
Avenida Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia, 1870

CEU CAMINHO DO MAR
Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241

CEU PAZ
Rua Daniel Cerri, 1549 Jardim
Paraná/Brasilândia

CEU SÃO RAFAEL
Rua Cinira Polônio, 100 – São Rafael
São Paulo – SP

Quanto: Grátis – a bilheteria será aberta somente no dia do evento e em seu horário de funcionamento (terça a sábado, das 13h às 21h30; domingos, das 13h às 20h30) – os ingressos não estarão disponíveis pela internet

Site: http://www.kinoforum.org.br/curtas/2016/

 

Festivais exibem filmes clássicos e raros em SP

Por Larissa Vaz

Neste mês de agosto, grandes produções estão ocupando boa parte da programação nos cinemas, o que é uma boa notícia para os fãs de aventuras e efeitos especiais, mas não para os cinéfilos que preferem as histórias que passam longe de Hollywood. Pensando neles que existem algumas novidades no circuito alternativo da cidade.

Ditadura no cinema
De 02 e 30 de agosto, às terças, o Sesc Santana exibirá a mostra Punir: A ditadura no cinema. Serão exibidos, gratuitamente, os longas como o clássico “O grande Ditador”, de Charles Chaplin, e “O País de São Saruê”, documentário de Vladimir Carvalho, gravado no chamado Polígono da Seca, que ficou proibido de 1971 a 1979 pelos órgãos de censura da época. Ao término de cada sessão, o conteúdo apresentado é discutido por Luis Carlos Pavan, pesquisador de cinema e produtor cultural, e Careimi Ludwig Assman, mestre em comunicação e semiótica, e produtora cultural.

Mostra Punir: A ditadura no cinema
Quando: 02 a 30 de agosto, terças, às 20h
Onde: Sesc Santana (Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo)
Quanto: Grátis
Mais informações: 0800-118220 ou pelo portal sescsp.org.br/santana

Cine Nostalgia
Pegando carona no sucesso de séries como “Stranger Things” e a onda nostálgica dos anos 80, o Cinemini Nostalgia, do Sesc Pompeia, exibe em agosto grandes clássicos infanto-juvenis dos anos 70 aos 90 para os pais assistirem junto aos filhos. Na programação, estão “E.T. – O Extra Terreste” (1982), de Steven Spielberg, “Os Fantasmas Se Divertem” (1988), de Tim Burton, “Gremlins” (1984), de Joe Dante, e “A Fantástica Fábrica de Chocolate” (1941), de Mel Stuart, que serão exibidos com dublagem em português.

Cinemini Nostalgia
Quando: de 13 a 28 de agosto, sábados e domingos, às 12h
Onde: Sesc Pompéia (Rua Clélia, 93, Pompéia)
Quanto: Grátis (ingressos distribuídos com uma hora de antecedência)
Mais informaçõessescsp.org.br/pompeia

Projeto leva cinema a todas as regiões da capital

Por Larissa Vaz

O circuito SPCine inaugurado em março desse ano é um cinema da rede pública que oferece ótimo entretenimento para classes menos favorecidas da cidade. Aprovado em 2013 pela Câmara Municipal e sancionado pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, em dezembro de 2013, o circuito SPCine está a todo vapor sendo exibidos filmes em todos os locais de acesso com uma estrutura adequada e com imagens projetadas em alta qualidade. O sucesso do projeto vem crescendo e sendo utilizado por pessoas de diversas classes sociais.

O circuito SPCine foi criado através da participação ativa do setor audiovisual. Para a criação da empresa, a Secretaria Municipal de Cultura e o Governo do Estado de São Paulo junto se uniram com a Agência Nacional de Cinema (ANCINE) e trabalharam para que o circuito SPCine se tornasse essa realidade de hoje.

A cerimônia oficial aconteceu no CEU Butantã, no dia 30 de março desse ano, com a presença da comunidade, personalidades do audiovisual, convidados especiais e os gestores envolvidos no projeto.

Entre os espaços estão o Centro Cultural São Paulo, Cine Olido, Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, Biblioteca Pública Roberto Santos, além de 15 CEUs (Centros Educacionais Unificados). Desta forma, todas as regiões de São Paulo passam a integrar o mapa do Circuito. Nos centros culturais, o preço do bilhete varia de R$ 4,00 a R$ 8,00; nos CEUs, é gratuito.

O circuito SPCine é mais uma forma de trazer cultura e lazer para as pessoas que não podem pagar 30 reais para custear o ingresso em um cinema convencional. Para mais informações sobre a programação e locais acesse o site oficial da Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo – SPCine.

http://www.circuitospcine.com.br/

Cine Caixa Belas Artes, um cinema de rua em SP que está na história.

Por Larissa Vaz

Mesmo que você nunca tenha ido ver um filme ou tomar um café no Belas Artes (para os íntimos), com certeza já deve ter passado na frente ou ter ouvido alguém comentar algo sobre ele. Isso acontece por que o tradicional cinema é localizado na rua da Consolação, ao lado da entrada da estação Paulista do metrô – linha 4 amarela)

Inaugurado em 1943, seu primeiro nome foi Cine Ritz. Em 1958 ele passou a se chamar Cinema Trianon e só veio ganhar seu nome como Cine Belas Artes em 1967, durante a ditadura, onde virou um local de encontro para os intelectuais.

Só que a história do número 2423, da Rua Consolação, sempre foi marcada pela incerteza. Em meados dos anos 90 ele acabou por fechar as suas portas que só foram reabertas novamente em 2004 pelas mãos do cineasta André Sturm, da Pandora Filmes, que assumiu a direção junto com a O2 de Fernando Meirelles. Por conta do patrocínio de uma instituição financeira, o seu nome foi alterado para HSBC Belas Artes.

No mês de março de 2010 o HSBC resolveu reincidir o contrato. Essa atitude mobilizou a população pois Sturm afirmou que não conseguiria mantê-lo sozinho e que se não conseguisse outro grande patrocinador o cinema iria fechar, o que acabou acontecendo novamente no começo de 2011. Essa atitude gerou revolta em muitos frequentadores e fãs do local que organizaram ações e protestos pela volta do cinema pedindo pelo tombamento do prédio, por ser considerado um Patrimônio Cultural da cidade.

A luta deu certo e em 19 de julho de 2014 o cinema reabriu com a nova chancela de Cine Caixa Belas Artes, patrocinado pelo banco Caixa Econômica Federal. Hoje ele segue firme e forte com uma programação atual, seguindo o seu estilo mais lado b, com eventos especiais de clássicos antigos e evento mensal conhecido como NOITÃO, que apresentam a cada edição um tema diferente, com sessões que começam a meia noite e segue até as 6h da manhã com direito ao café da manhã.

Em junho desse ano mais uma grande novidade passou a fazer parte do portfólio do Belas Artes. A parceria de Sturm com o empresário Facundo Guerra, do grupo Vegas, deu origem a sala Drive-In. Com inspiração nos cinemas americanos antigos em que as pessoas iam a uma sessão de cinema nos estacionamentos da cidade e viam os filmes de dentro dos seus carros e ainda eram servidos por garçonetes durante a apresentação. O Cine Drive-In segue essa temática com poltronas que imitam carros como Dodge, Impala, Galaxie e Cadillac, nas paredes a iluminação é feita por faróis.

 

39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

cinema
Divulgação

Por: André Carlos Zorzi

Neste dia 11 chegou ao fim oficialmente a 39ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. O evento principal havia terminado antes, porém, ainda vinham sendo exibidas sessões de “repescagem”, de filmes como Catedrais da Cultura, Quanto Tempo o Tempo tem, Nós, Eles e Deu, e A Grande Terra.

Filmes de todos os portes e para todos os gostos foram exibidos. Estavam em cartaz estrelas como por exemplo Tony Ramos, em Quase Memória, Gael Garcia Bernal e Mariana Ximenes em Zoom, além de obras de Zé do Caixão e Marina Person, além de produções estrangeiras importantes como o dinamarquês Mænd & høns e Aliança do Crime, com Johnny Depp.

Ao todo, foram 312 filmes vindos de 62 países diferentes, exibidos em 22 endereços distintos espalhados pela cidade de São Paulo, em sua maioria com preços acessíveis, em museus, cinemas e espaços culturais.

Além de exibições inéditas, também houve a divulgação de filmes restaurados pela The Film Foundation, fundação do aclamado Martin Scorcese que fez um trabalho com intuito de retomar obras importantes para novos públicos.

Godard ganha mostra histórica na cidade

Por: André Carlos Zorzi

Nesta quarta-feira começa na cidade de São Paulo uma mostra que traz uma retrospectiva completa da obra e carreira do cineasta francês Jean-luc Godard.

O diretor é amplamente premiado, tendo em sua lista prêmios importantes como o Urso de Ouro, o Urso de Prata, o Leão de Ouro e até mesmo um Oscar honorário recebido em 2010. Entre os inúmeros trabalhos da mostra estão peças raras e difíceis de serem encontradas no Brasil, como “Salve-se Quem Puder (a vida)” e “Seis Vezes Dois”.

A mostra vai até 30 de novembro, ou seja, são 43 dias em que serão exibidos ao todo 125 filmes. Em outras palavras: Todos os filmes do diretor serão exibidos, o que só foi possível graças a um árduo trabalho de três anos do curador Eugênio Puppo.

1
Cartaz de seu mais recente filme. Créditos: Divulgação

Entre eles estão o antigo Acossado, de 1959, sua estreia, que causou polêmica com seu lançamento e ajudou o diretor a atingir a fama atual. Os filmes recentes também são lembrados, como “Adeu à Linguagem”, experiência do diretor em 3D, lançada ano passado. Entre as obras, estão, além do cinema, vídeos publicitários, videocartas e séries televisivas.

Os preços são bastante acessíveis: R$4,00 a inteira e R$2,00 a meia, que podem ser adquiridos no local: Centro Cultural Banco do Brasil, na Rua Álvares Penteado, 112, centro, São Paulo.

Vivo Open Air traz bons filmes em tela gigante no Jockey

Por: André Carlos Zorzi

Entre os dias 21 deste mês e 8 de novembro, teremos na cidade de São Paulo a nova edição do Vivo Open Air, no qual deverão ser exibidos 18 filmes ao longo de sua programação.

Filmes importantes como Dirty Dancing, Pulp Fiction, O Iluminado, Jurassic Park, E.T. – O Extraterrestre e Jurassic Park, além de filmes infantis de sucesso como Minions E Divertida Mente tomarão conta do Jockey Clube, que também contará com apresentações musicais de nomes de peso da música brasileira, como Arnaldo Antunes e Preta Gil.

Vivo-Open-Air-01
Exibição de filme no evento em edição passada. Créditos: Divulgação

A abertura da casa se dará sempre às 19:30, de quarta à domingo, mas vale a pena conferir a programação.

No dia 21 haverá uma sessão gratuita na estreia, e para garantir o seu lugar e necessário enviar seu nome para a fanpage do evento no Facebook. No restante dos dias, os ingressos custam R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia), com direito a 25% de desconto para os clientes Vivo Valoriza, e trazem uma pipoca inclusa.

Jockey Clube

Av. Lineu de Paula Machado, 1075, Cidade Jardim – São Paulo

Projeto Pipoca na Zona Norte

Por: André Carlos Zorzi

No próximo sábado, dia 3 de outubro , será dado início ao Projeto Pipoca,  festival de filmes voltados ao público infanto-juvenil que terá diversas exibições espalhadas pela zona norte da cidade ao longo do mês.

Evento organizado pela Globo Filmes, que detém os direitos dos longas O Diário de Tati, Amazônia, Tainá – A Origem, Minhoca, o Filme e Brasil Animado, a intenção é levar o mundo do cinema a comunidades que não possuam salas de exibição em sua região. Desta forma, não é necessário desembolsar nada para aproveitar o filme.

1
Créditos: Divulgação

Confira abaixo a programação completa:

Fábrica de Cultura – Brasilândia
Endereço: Av. Inajar de Souza, 7001
Programação:
03/10 – Sábado
10h –  Brasil Animado
15h –  Tainá, a origem

04/10 – Domingo
10h – Minhocas
15h – Amazônia

C.E.U Paz
Endereço: Rua Daniel Cerri, 1549 – Jardim Paraná
Programação:
09/10 – Sexta
09h e 15h – Minhocas
10/10 – Sábado
11h – Brasil animado
15h – Amazônia

Centro Cultural da Juventude
Endereço: Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha
17/10 – Sábado
11h – Minhocas
17h- Tainá, a origem
18/10 – Sábado
11h – Brasil Animado
17h – O Diário de Tati

C.E.U Jaçanã
Endereço: Rua: Antônio Cesar Neto, 105 – Jardim Guapira
22/10 – Quinta
10h e 14h – Minhocas
23.10 – Sexta
10h e 14h – O Diário de Tati

C.E.U Jardim Paulistano
Endereço: R. Aparecida do Taboado, s/n – Jardim Paulistano
29 e 30.10 – Quinta e sexta
10h e 15h – Brasil Animado

Blog no WordPress.com.

Acima ↑